home Atividades laboratoriais Afinal, quanto custa ter um animalzinho ?

Afinal, quanto custa ter um animalzinho ?

Texto: Paloma Sganzerla / Participação: Giovanna Almeida, Julia Pinto e Mariana Franco.

Saiba quanto custa ter um cão em casa e descubra se este é o momento certo para abrir a carteira e gastar dinheiro para comprar e manter um cão saudável.

Os animais de estimação, como os cães, os gatos e os passarinhos são sempre uma boa companhia para ter consigo e até tornam-se amigos inseparáveis. No entanto, ao contrário do que muita gente poderá pensar, ter um companheiro em casa poderá custar muito mais do que o planejado.

Feira de adoção realizada no bairro do Campo Belo. Foto Julia Pinto
Feira de adoção realizada no bairro do Campo Belo. Foto Julia Pinto

Falando de cães, especialmente as crianças, gostam de portes pequenos e de raça, mas quando começam a crescer e gerar despesas atrás de despesas, alguns de seus proprietários sentem que não planejaram muito bem esta mudança na sua família. Um cão, ao contrário de qualquer outro animal domestico, precisa de muito mais cuidados e tempo para crescer de forma saudável. Para isso precisamos lembrar que:

– Os cachorros, assim como os gatos, precisam ser vacinados nos primeiros meses de vida com três doses consecutivas. Após essa etapa é necessário fazer reforço anual de todas essas vacinas.

– O cão precisa tomar antiparasitários pelo menos duas vezes por ano, no mínimo. O controle de ectoparasitas deve ser feito conforme a necessidade e a indicação do produto escolhido. Para cães que entram em contato com outros animais e tem acesso à rua esta prevenção deve ser realizada com uma frequência maior.

– O mais indicado para a alimentação de cães é que o horário de servir o alimento seja fixo todos os dias. Lembrar sempre de oferecer o alimento em vasilhas limpas e na quantidade necessária para suprir as necessidades de seu animalzinho.

– A água fresca deve ser oferecida a vontade para todas espécies.

– Os cães precisam tomar banho no mínimo duas vezes por mês. Os banhos devem ter um intervalo de menos de uma semana podem ocasionar problemas na pele desses animais. O banho pode ser dado a partir de 45 dias de idade.

– Quando for escolhido dar banho pra cães em casa é necessário tomar cuidado para não entrar água dentro dos ouvidos e ao fim do banho deve ser realizada uma secagem bem feita para evitar infecções auriculares.

– A escovação diária é muito importante para retirar pelos mortos e poeira, além de verificar se o animal tem pulgas e carrapatos.

– Os dentes dos cachorros devem ser escovados duas ou três vezes por semana para evitar cáries e formação de tártaro. Animais que comem apenas ração seca tendem a ter menos tártaro do que aqueles que se alimentam com ração úmida.

– Em relação a esses animais, devemos considerar que eles necessitam de segurança e conforto, grades e telas em janelas de apartamentos são obrigatórias e para aqueles animais que vivem em casas.

– Portões e muros devem impedir o livre acesso á rua. E dentro de casa deve ser oferecido um local onde eles se sintam confortáveis e protegidos, como uma casinha, uma almofada ou um cômodo da casa onde possam dormir e ficar sossegados. Além disso, deve ser estipulado um local onde serão oferecidas comida e água fresca e outro local onde possam realizar suas necessidades (urina e fezes), normalmente longe do local onde se alimenta.

– Os cães não transpiram. A única forma de eliminar o calor do corpo é através a respiração e pelo contato dos coxins plantares ao chão. As raças que tem o focinho curto (braquicefálicos) sofrem mais com o excesso de temperatura, devido à dificuldade anatômica de respirar e eliminar o calor. Por isso não exponham seus animais ao sol em horários de calor intenso.

– É importante levar seu amiguinho ao veterinário periodicamente.

Pet-shopping localizado no Campo Belo realiza feira de adoção
Pet-shopping localizado no Campo Belo realiza feira de adoção

Ração: Considerado consumo médio diário – cães pequenos: 0,215kg; médio 0,332kg; grande 0,521kg;

Obs: Admite-se desvio padrão de ±15 % em relação aos valores médios citados.

Vermífugo: a orientação é realizar a vermifugação (preventiva) de cães e gatos adultos a cada 6 meses.

Obs: A dose do vermífugo irá variar de acordo com o peso do animal.

Vacina: Para cães, consideradas V10, Raiva, Giárdia e gripe. Para gatos: Quádrupla e raiva. Uma dose ao ano de cada vacina para cães e gatos.

Controle de pulgas: Considerado método top spot (pingada uma pequena quantidade na nuca do animal, recomendável uma vez ao mês).

Veterinário: Consideradas três consultas ao ano.

Banho e tosa: Preço médio de um banho e tosa – Uma vez ao mês.

 

Segundo os dados abaixo podemos concluir uma média anual de custo:

Tabela com o custo anual. Fonte: Instituto Pet Brasil (IPB)
Tabela com o custo anual. Fonte: Instituto Pet Brasil (IPB)

Quando tomamos a decisão de trazer um animal para casa é porque gostamos deles e esperamos que essa nova convivência nos traga prazer. Assim alguns cuidados devem ser tomados para que essa relação se mantenha em harmonia. É muito importante lembrar que esses animais vão ficar durante um longo tempo ao seu lado (em média 16 anos), por isso pense bem antes de fazer a sua escolha.

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *