home Atividades laboratoriais, Destaques Mas uma vez a Samsung é citada em casos de explosões de celular

Mas uma vez a Samsung é citada em casos de explosões de celular

Desta vez a vítima foi a Ana Flávia Ferracini, de 18 anos, a estudante sofreu queimaduras de 3º grau após celular explodir na cintura durante a aula, foi socorrida, mas ainda se recupera dos ferimentos. A estudante de Rio Preto (SP) afirmou que o celular estava na cintura entre a pela e cós da calça, enquanto assistia uma das aulas onde cursa o ensino médio.

Segundo a estudante, estava fazendo lição e do nada escutou um barulho, e sentiu uma queimação horrível na região da barriga. A calça que a Ana usava ficou queimada e o celular completamente destruído.

Foto: Cláudio Oliveira/EPTV

Ana, foi socorrida rapidamente por familiares e funcionários da escola, e foi levada à Emergência do Hospital das Clínicas (HC-UE), diagnosticada com queimaduras de terceiro grau na região do abdômen e na virilha.  A jovem após fazer uma série de exames foi medicada e liberada. Agora a Ana, conta com a ajuda de sua mãe, a enfermeira Maraisa Bernardino para fazer os curativos.

Após o ocorrido, a garota não sabe se ainda terá algum smartphone. No entanto, disse que se superar o trauma da explosão tomará  mais cuidado e andará com ele na mão,

“Prefiro ser roubada a acontecer isso de novo”, disse a jovem.

A Samsung quando questionada sobre o caso, em nota, disse que realizará uma análise completa do aparelho para descobrir a verdadeira causa da explosão.

“Gostaríamos de assegurar aos nossos consumidores que seguimos os mais rigorosos padrões de segurança e controle de qualidade para garantir a melhor experiência com nossos produtos e serviços”, diz o comunicado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *